Chevron ou espinha de peixe?

O assentamento de peças de forma intercalada, combina bastante com projetos mais modernos. Esse estilo de aplicação pode ser usado tanto no piso quanto na parede, mas só pode ser feito com modelos de porcelanato em formato régua ou tijolinho.

No estilo conhecido como  espinha de peixe, por exemplo, as réguas inteiras  seguem o sentido da parede, formando um “L” na diagonal, enquanto que na paginação do tipo chevronas peças são recortadas e encaixadas umas nas outras. 

Essas duas maneiras de composição formam uma linha contínua e movimentada, dando a ilusão visual de um ambiente maior e sofisticado.

Faça a escolha certa, conheça os detalhes que fazem a diferença.

Veja também

Artigos Relacionados

Conheça a tecnologia Biosafe

Conheça a tecnologia Biosafe

Quadro explicativo do funcionamento da Biosafe Roca Ceramica Anterior Próximo Tecnologia Biosafe De forma geral, os revestimentos cerâmicos já possuem em sua composição outros componentes que ...
A tendência dos cobogós

A tendência dos cobogós

Fachada com o Orion da Modum Divisória com o Brise Sombre da Nina Martinelli Cobogó elemento V da Glass feito em cerâmica Cobogó porcelanizado Jasmin da Agnes.T Parede feita com o cobogó Wind da ...
Rodapé em MDF ou Poliestireno?

Rodapé em MDF ou Poliestireno?

O rodapé é um acessório cuja função principal é esconder as possíveis do encontro da parede com o revestimento de piso ...

(11) 4028-6968

Av. Dom Pedro II, 1.147
CENTRO - SALTO/SP